in

Site fala sobre como “Shallow” cresceu após o Oscar, principalmente nas rádios americanas, onde estava em queda

Que o single “Shallow” já é um hit, todos nós sabemos, porém, um dos seus pontos fracos durante sua caminhada de sucesso, foram as rádios americanas.

Após rumores de que a música estaria sofrendo um “boicote” pelas rádios, já que seu estilo seria diferente das músicas atuais que estavam sendo tocadas, “Shallow” não apresentou grandes números neste segmento, diferente de outros, como os bons resultados em vendas puras, através do iTunes, e streamings, tendo uma ótima estabilidade nas plataformas do gênero, como o Spotify e YouTube.

Porém, após a apresentação da música no Oscar, e a vitória na categoria de “melhor canção original”, a música voltou a crescer em todas as plataformas, e diferente de como vinha acontecendo desde seu lançamento, o single teve um grande crescimento nas rádios americanas, trazendo números extraordinários.

O HeadLine Planet, fez uma matéria apontando esse crescimento da música pós Oscar, principalmente nas rádios.

Confira a matéria completa e traduzida aqui:

“Shallow” de Lady Gaga e Bradley Cooper se recupera nas rádios depois do Oscar

“Shallow” está tendo um aumento nas rádios esta semana.

Já bem longe de seu pico, “Shallow”, de Lady Gaga & Bradley Cooper, sofreu um ligeiro declínio nas rádios adultas contemporâneas na semana que antecedeu o Oscar. Após um declínio maciço nas rádios, a música já havia sido removida dos charts pop de rádio do Mediabase.

No Oscar, Lady Gaga e Bradley Cooper entregaram uma aclamada interpretação do single. “Shallow” subsequentemente ganhou o Oscar de Melhor Canção Original.

Logo após essa exposição, “Shallow” está apresentando ganhos de audiência em ambos os formatos.

“Shallow” recebeu 2,011 spins na Hot AC (Adult Contemporary) nos primeiros cinco dias do período de monitoramento de 24 de fevereiro a 2 de março. O diagrama, que coloca “Shallow” na 12ª posição dos charts Hot AC em construção e em tempo real, reflete um gigantesco aumento de 22,5% em relação ao mesmo período da semana passada.

Enquanto isso, a música recebeu 430 spins pop durante a janela de cinco dias acima citada, obtendo uma posição #49 nos charts pop em construção/tempo real (ela teve audiência na semana passada, mas uma comparação semanal não está disponível, porque não fazia parte do chart atual e monitorado).

Não é estranho Lady Gaga receber mais apoio das rádios depois de uma grande performance de TV. Seu single ”Million Reasons” teve ganhos acelerados na audiência da Hot AC e pop após sua apresentação no Super Bowl em 2017.

A diferença nesse caso foi que “Million Reasons” ainda estava tecnicamente crescendo em ambos os formatos – a exposição simplesmente ajudou a acelerar esses ganhos. Aqui, “Shallow”, na verdade parecia estar acabada nas rádios (e já havia sido removida do chart pop) antes dos momentos de destaque no Oscar.

Além do novo suporte das rádios, “Shallow” teve uma semana dominante em #1 no chart de vendas do iTunes nos EUA. Também registrou grandes ganhos nos serviços de streaming, incluindo o Spotify.

Não há garantia de que “Shallow” será capaz de sustentar esses ganhos de rádio por tempo suficiente para marcar novos picos nos charts (foi um hit Top 10 no Hot AC e um hit Top 20 no chart de pop). Há, no entanto, todos os motivos para celebrar o apoio que as rádios ofereceram esta semana.

Confira o artigo completo aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“Shallow” vence o prêmio de “Melhor Canção Original” na cerimônia do Bruin Film Society Awards

Vulture divulga tudo o que acontece de novo na versão Encore de “Nasce Uma Estrela”